Quais os destaques da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo para Novembro e Dezembro?

13|11|2017 |

Quais os destaques da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo para Novembro e Dezembro?

Que a 11ª Bienal de Arquitetura está rolando, todos nós sabemos! Mas o que espera para o mês de Novembro? Neste ano, uma 11ª Bienal de Arquitetura está dando grande destaque para o projeto “Em Projeto” que visa criar um grande debate em torno da arquitetura contemporânea na cidade de São Paulo. É bem-certo, na política, o tema vem sendo mensalmente discutido, mas é semper bom que todas as pessoas (inclusive os arquitetos de plantaão) de visitar e participar da discussão.

O foco desta 11ª Bienal de Arquitetura é local em si, que é uma grande parte sem centro da cidade, onde, em cada local de exibição, haverá trocas de experiências entre todos que visitam os locais. O centro da cidade de São Paulo, representante da história e, também, contemporaneidade. Com isso são temas estarão abertos para uma discussão com quem quiser participar.

Lembrando que a 11ª Bienal de Arquitetura acontecerá em espaços espalhados por toda a cidade de São Paulo.

Hoje vamos falar da agenda dos eventos que acontecerão em Novembro e Dezembro.

Então, vamos ao que interessa!

CentroSP e Seminário “Lutar e Resistir”

Na 3ª semana do mês de Novembro, mais especificamente no dia 13, 2 2 opções muito bacanas: CentroSP eo Seminário “Lutar e Resistir”. A organização da 11ª Bienal de Arquitetura eo grupo Nomads.usp se juntaram para o movimento CentroSP. Esse movimento é uma ação na região da República que envolve moradores e participantes com o objetivo de explorar como dinâmicas da região. Serão registrados, amigos, imagens e tudo que envolver sua diversidade cultural.

Primeiramente, são captadas todas como informações pelos participantes. Num segundo momento, estas informações são tratadas remotamente pelos colaboradores da ação, sem precisão se deslocar até algum local determinado pela organização. E por fim, são apresentadas ao público em 14 e 15/12. Para isso, devem ser considerados alguns pré-requisitos. São eles: interesse em som e audiovisual, possuindo equipamento de captação, interesse em interagir com como pessoas na rua. Já o Seminário “Lutar e Resistir” contará com a participação da Carmen Silva e Elisete Napoleão, que são 2 líderes dos movimentos de ocupação no Centro de São Paulo. Nele, Discutido como práticas de apropriação e direito a moradia na cidade.

centrosp
Créditos: 11bienaldearquitetura.org.br

Micro Intervenções e Urbanismo Alternativos

No dia 15, meu destaque vai para o mutirão chamado “Micro Intervenções e Urbanismo Alternativos”. Esse mutirão é organizado por atores locais e turma do Projeto de Urbanização Alternativa da FAU-RJ. Esse projeto consiste em uma série de melhorias urbanas em espaços livres. Com isso, os moradores são amplamente beneficiados com uma estrutura democrática, visando possibilitar urbanismo de qualidade para todos.

Palestra do arquiteto Sou Fujimoto

Passando para o dia 17/11, terá uma palestra do arquiteto Sou Fujimoto no auditório da FAU-SP. Fujimoto para quem não sabe, é uma grande entusiasta que reúne a natureza e a arquitetura em seus projetos. E, como não são diferentes, estes temas são abordados. Ele discute uma relação entre uma natureza e arquitetura, e como suas obras criam proporcionalidades com diferentes linhas de design.

Mais adiante nos dias 18, 21 e 25 também terão outros projetos, mas estes estarão mais ligados a comportamentos do indivíduo e filhos e imagens da cidade. São eventos não menos importantes, mas resolvi abordar o que é mais fácil de usar para a prática da arquitetura pura, ok?

sou fujimoto 1
               Créditos: https://media.architecturaldigest.com/

 

sou fujimoto 2Créditos: http://www.zupi.com.br

Como Cores da Urbanidade

Pra finalizar, no dia 06/12, haverá o evento “As Cores da Urbanidade” onde acontece uma visita ao bairro Cota 200 de Cubatão. É um evento super legal, pois as pessoas terão a oportunidade de ver uma vila colorida, decorada e equipada com ruas e espaços públicos muito bem definidos. Neste bairro, a Prefeitura instalou um pequeno laboratório urbanístico e artístico, cujas experiências merecem ser compartilhadas.

 

cota 200 cubatão
                    Créditos: http://caicaraexpedicoes.com/

 

Gente, não deixem de conferir pelo menos 1 dia da Bienal e adquirir mais e mais conhecimento nessa maravilhosa área que é a arquitetura.

Ahhhh, e não esqueçam de deixar os comentários abaixo sobre como foi sua experiência na 11ª Bienal de Arquitetura, hein?

Até a próxima!

 

Quer saber mais?

Para mais informações sobre a 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, acesse aqui.

Leia também nossos outros posts, clicando aqui.

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!