2 projetos importantes do Carnaval e Arquitetura

30|01|2018 |

anhembiapoteosearquiteturacarnavalpassarela do sambario de janeirorjsambodromosão paulosp

2 projetos importantes do Carnaval e Arquitetura

(Quase) Já é carnaval!! Uma época tão esperada e adorada pelos brasileiros. Nos últimos anos, o interesse das pessoas pelo evento “Carnaval” tem se intensificado muito. Para muitos, o Carnaval é o Réveillon dos brasileiros. No Brasil, existe a cultura de que o ano só começa após o Carnaval (para os despreocupados, pode até ser). Enfim, não estamos aqui para falar sobre o carnaval em si, e sim para falar sobre o carnaval e arquitetura.

Carnaval e Arquitetura em São Paulo

O carnaval de São Paulo, lá pela década de 10, dava seus primeiros passos para o carnaval de rua. A cidade ainda não era lá um primor de organização, mas mesmo assim era mais fácil ter o controle dos atos carnavalescos. Em 1968, a organização tomou outros rumos e partiu em direção à Av. São João, sendo o primeiro desfile oficial das escolas de samba. Com o passar dos anos, o carnaval foi se intensificando e ficando pequeno para as ruas e blocos que iam se formando. Atualmente, existem muitos bloquinhos espalhados pela cidade. Com certeza, você encontrará um que lhe agrade 😉.

Sambódromo do Anhembi

Então, em 1991, a prefeita Luiza Erundina inaugurou o Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, nosso saudoso Sambódromo do Anhembi. Projetado pelo grande arquiteto Oscar Niemeyer, com 100.000 m² de área, o Sambódromo ganhou proporções gigantescas. Não apenas por ser a passarela do carnaval paulista, mas sim por ser palco de grandes eventos e festas culturais. Possuindo 530 metros de comprimento, foi entregue com capacidade para 10.000 lugares, posteriormente expandido para 30.000 lugares. O Sambódromo do Anhembi é um dos 3 grandes espaços do complexo Anhembi Parque que, ainda conta com o Pavilhão de Exposições e o Palácio de Convenções. Juntos eles formam um dos maiores espaços para eventos de São Paulo.

sambódromo do anhembi formae arquitetura

Sambódromo do Anhembi – blogdaarquitetura.com.br

sambodromo anhembi sp desfile formae arquitetura

Sambódromo do Anhembi em dia de desfile – pedomigao.com.br

pavilhão de exposições formae arquitetura

Interior do Pavilhão de Exposições – anhembi.com.br

palácio de convenções formae arquitetura

Interior do Palácio de Convenções – buuteeq.com.br

Este conjunto arquitetônico, projetado por Oscar Niemeyer dentro de uma concepção modernista, apresenta uma estrutura de caixas enfileiradas em meio a arcos curvilíneos, uma pista de 530 metros de comprimento e 14 metros de largura, uma reserva de água de 400 mil litros e 750 kW para iluminação. Dispondo de uma estrutura completa com dez setores de arquibancadas, pista, camarotes, camarins, além de duas arenas para shows, onde todos os anos abriga o Carnaval de São Paulo e mais 29 grandes eventos, como os eventos musicais Skol Beats e Nokia Trends, programas televisivos (Popstars e Ídolos); São Paulo Indy 300 (uma etapa da Fórmula Indy) e a Oi Megarrampa (competição de skate).

O Sambódromo do Anhembi, assim como todo o complexo do Anhembi Parque, fica localizado na Avenida Olavo Fontoura, 1209 em Santana na Zona Norte da capital.

sambódromo do anhembi formae arquitetura

Sambódromo do Anhembi visto de cima – anhembi.com.br

pavilhão de exposições anhembi formae arquitetura

Pavilhão de Exposições do Anhembi visto de cima – anhembi.com.br

palácio de convenções anhembi formae arquitetura

Palácio de Convenções com Hotel Holiday Inn ao fundo – panoramio.com

Carnaval e Arquitetura no Rio de Janeiro

Um pouco diferente do que ocorreu em São Paulo, no Rio de Janeiro, o carnaval estava presente antes mesmo de se chamar carnaval. No século 19, membros da alta sociedade saíam às ruas com fantasias para cantar, dançar e se divertirem. Os cordões eram colocados nas ruas para que se organizassem em filas. A cultura europeia ainda estava muito presente na sociedade. Com a influência africana na cidade, misturada com as inovações europeias, foram criadas as primeiras escolas de samba do RJ.

Passarela do Samba no RJ

Com a expansão do Carnaval, Oscar Niemeyer teve a missão de projetar um novo local para a festa. Entregue em 1984 e localizado na Avenida Marquês de Sapucaí, a pista tem 700 metros e capacidade para 75.000 pessoas. O Sambódromo foi construído em apenas 120 dias, usando muitas técnicas de construção pré-moldada em concreto armado. Uma das belezas do Sambódromo, também conhecido como “Passarela do Samba”, é o arco arquitetônico da Praça da Apoteose. Na praça, onde fica a dispersão dos componentes das escolas, está o Museu do Samba e o arco parabólico. Por ser uma escultura abstrata e com finalidade plástica, o ícone é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. Porém, muitos cariocas dizem ser inspirado em uma mulher de biquíni (não sei onde, rs).

arco apoteose passarela do samba rj formae arquitetura

Arco da Apoteose da Passarela do Samba – tvredepetropolis.com.br

passarela do samba rj formae arquitetura

Passarela do Samba em dia de desfile – clickgratis.com.br

projeto maquete passarela do samba rj formae arquitetura

Projeto e maquete da Passarela do Samba no RJ – pinimg.com

O que é realmente fato é que Carnaval e Arquitetura se complementaram ao longo da história e fazem parte da nossa cultura. Sem dúvida nenhuma, se não tivéssemos um espaço e projeto bem definidos, não teríamos um carnaval tão belo.

Se você, leitor, estiver visitando uma dessas cidades, seja no carnaval ou não, não deixem de visitar os 2 lugares. São muito charmosos e encantadores.

Ahhh, e não esqueça de levar sua fantasia. Vai que…

 

Leia mais assuntos sobre arquitetura, decoração e urbanismo clicando aqui.

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!